Blog

Isaac – corpo e linguagem como manifesto Comunicar pensamento sem cair no exoterismo nem se render à mediocridade – eis o desafio do artista. Eu não tenho respostas – faço apostas. E perco, quase sempre perco, perco muito e perco feio,. Mas nem por isso abandono o tabuleiro. Minhas apostas: a multiplicidade dos cavalos, e…

Leia mais

Poema: Renato Meneses / Painel, música, voz e vídeo: Isaac) Dai atenção ao apocalipse/dai atenção ao apocalipse. Dai atenção ao apocalipse/dai atenção ao apocalipse. Das profundezas do inferno O porco chauvinista está no planalto Ele vem bufando com fogo nas narinas Atentai ao apocalipse/ atentai ao apocalipse São pra mais de trezentas mil mortes De…

Leia mais

Ou um zine-fantaxma para um fantaxma que se foi Carvalho Junior – poeta. Eu o conheci em um sarau na praça da Universidade Estadual do Maranhão, em 2006 ou 2007. Ele tinha publicado seu primeiro livrinho – experiência que ele posteriormente renegou – e recitava seus poemas com entusiasmo e autoridade. Ele era um ano…

Leia mais

A cidade de Codó, estado do Maranhão, se formou à margem direita do Rio Itapecuru. Um importante afluente desse rio é o Riacho Roncador, que corre caudaloso por uma vasta extensão de terras, fazendo curvas e flertando com a estrada de ferro que, por um bom percurso, o ladeia. A certa altura deste riacho, pouco…

Leia mais

Eu sou uma palavra, sou um signo, sou um código. Fui escrito pela minha história, pela história dos meus país, dos meus avós e dos meus irmãos. Sou uma artimanha da minha própria malandragem – produto precoce da fuga e da transgressão. Sou o ímpeto do desejo, a indiscrição da vontade,eu sou o vício, a…

Leia mais

Escrita como punição, escrita como redenção A escrita de Lawson Pine, em Uma canção de amor para Bobby Long (2004) toma a forma de uma danação grega – o condenado é fadado a destruir ao amanhecer o trabalho que realizou na madrugada, apenas para reiniciar seu ciclo infernal. O próprio filme enuncia em um diálogo…

Leia mais

Foucault recupera dos gregos antigos o conceito de “coragem da verdade”: Parresia. Uma vez que o Foucault analista social detecta a dimensão discursiva da constituição da realidade – ou seja, uma vez que se detecta que o que se diz do real é mais importante do que o próprio real – o ser humano pode…

Leia mais

(contem spoilers) Este ensaio foi publicado originalmente em meu perfil do Facebook “Uma canção de amor para Bobby Long” é um dos meus filmes preferidos, e eu eventualmente escrevo coisas sobre ele desde a primeira vez que o assisti, ainda no ano de 2008. Em algum lugar no limbo deste meu feed ou numa publicação…

Leia mais

9/51