Tag de arquivos: música

Isaac – corpo e linguagem como manifesto Comunicar pensamento sem cair no exoterismo nem se render à mediocridade – eis o desafio do artista. Eu não tenho respostas – faço apostas. E perco, quase sempre perco, perco muito e perco feio,. Mas nem por isso abandono o tabuleiro. Minhas apostas: a multiplicidade dos cavalos, e…

Leia mais

Músico de competência duvidosa e cronista nonsense de Facebook, eu também sou poeta de folhas soltas, versos avulsos e imagens repetidas. De todas as 9.432 habilidades inúteis e não muito bem desenvolvidas que tenho, a versartesania é aquela em que sou mais imberbe. Apesar disso – ou talvez justamente por – faço do meu verbo…

Leia mais

Saúde é uma balada rock n’roll, com sabor de deboche, uma melodia sarcástica e swing sensual. Ela nasceu de uma piada sobre religião e se tornou uma celebração da alegria.
Lançada como um trabalho independente da Banda CasinoQuebec, em 21 de maio de 2020, a música foi composta em 2013 e já estava presente no setlist do show de lançamento da banda, em 2014.
A seguir, 10 curiosidades sobre essa música.

Leia mais

A poesia de Bob Dylan é um nó que conecta o coração do homem sedento de superar a experiência contemporânea do capitalismo de controle – em que tudo é seguimentado, individualizado, produzido em linha de montagem e nadificado pelo preço – a uma experiência estética visceral que remete à sensibilidade mais elementar.

Leia mais

A canção “Paladar” não é só uma das que nós mais gostamos de tocar na Banda CasinoQuebec. Essa música foi, de certa forma, responsável pelia nossa militância no trabalho independente e autoral. Estávamos apenas começando nosso trabalho, ainda não tínhamos um público, por menor que fosse, para chamar de nosso, não tocávamos as músicas de…

Leia mais

Jimi Hendrix não foi apenas um músico revolucionário, foi um tipo de xamã. Hendrix encarnou algo mais profundo que o – já absurdamente profundo – amor pela música: ele encarnou a fé na Música. Não uma fé dogmática. Não a fé excruciante dos que gozam com a abnegação. Não a fé sacrificial dos mártires cujo…

Leia mais

Num texto tocante, Suely Rolnik fala sobre sua experiência de reinvenção de si, depois de absorver no corpo a violência brutal da Ditadura brasileira. Ela conta sobre como todo um processo de cura, de produção, de invenção se condensou em uma nota de uma canção de Gal Costa que ela emitiu em uma aula de…

Leia mais

7/7