Tag de arquivos: poema

Eu sou uma palavra, sou um signo, sou um código. Fui escrito pela minha história, pela história dos meus país, dos meus avós e dos meus irmãos. Sou uma artimanha da minha própria malandragem – produto precoce da fuga e da transgressão. Sou o ímpeto do desejo, a indiscrição da vontade,eu sou o vício, a…

Leia mais

Eu não te amo,eu nunca vou te amar. Todos os poemasde amor são iguais.Cono são iguaisos filmes,as cançõese os casamentos. O amor é o maior crime de plágio da Humanidade. Amores sãosedentários,conservadores,ciumentos,mesquinhos,inseguros,iram-se facilmente. O amor justifica qualquer violência,reivindica o direito de mutilar. Não conhece a liberdadenem a beleza da solidão;não entende a magia da distâncianem…

Leia mais

2/2